Telefone: (48) 3202-9800

Os riscos de dirigir falando ao celular





Para fechar o mês, em apoio a campanha Maio Amarelo, preparamos um post sobre uma das infrações de trânsito mais comuns, confira!

O avanço da tecnologia e o surgimento dos smartphones transformaram o cotidiano das pessoas, gerando uma certa dependência desse tipo de aparelho. São cada vez mais comuns os relatos de acidentes causados pela imprudência de dirigir e utilizar o celular ao mesmo tempo. Todos que estão no trânsito, e não somente o motorista, são afetados por esse hábito que colocar a vida de muitas pessoas em risco.

Quais são os riscos?

O uso do celular ao volante se torna tão perigoso porque as distrações provocadas envolvem quatro dimensões:

Visual: desviando o olhar e a atenção do condutor com a via; 

Cognitiva: ao concentrar seu cérebro na conversa ao telefone, retardando a ação no trânsito;

Física: ao tirar uma das mãos do volante para manusear o aparelho, prejudicando o controle do veículo;

Auditiva: ao ouvir a conversa e concentrar-se nela, atrapalhando a percepção de sons externos, como sirene ou buzina.

Penalidade

Dirigir falando ao celular ou mandando mensagens caracteriza infração gravíssima. A multa é R$293,47, além de 7 pontos na carteira. 

Vale lembrar que, conforme as leis brasileiras, não é permitido o uso do dispositivo nem mesmo em paradas temporárias, como em semáforos ou engarrafamentos. Só é permitido usar o celular dentro do automóvel quando ele está estacionado e com o motor desligado.

E não esqueça! Se o condutor somar 20 pontos ao longo de 12 meses, seu direito de dirigir é suspenso e sua CNH é recolhida, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Pense nisso e dirija com cuidado!





Últimas Notícias

Veja todas as novidades e relacionados do segmento!


Top